Gravidez no inverno: como cuidar da pele?Junho 2018

Quando o inverno chega, é hora de redobrar os cuidados com a pele, especialmente as futuras mamães. O clima seco e as baixas temperaturas nessa época tendem a promover um maior ressecamento e, por isso, dedicar uma atenção especial durante os meses mais frios do ano é imprescindível para garantir um aspecto saudável à pele e evitar efeitos indesejados como irritação, coceiras, estrias, manchas e flacidez.

 

A partir do segundo trimestre de gestação, a pele da gestante pode ficar naturalmente mais ressecada. Além disso, no inverno o consumo de água é menor e os banhos costumam ser mais quentes. Estes fatores também colaboram para a pele ficar áspera e sem viço.

 

Pele hidratada na estação fria

 

Para evitar o ressecamento excessivo provocado pelo clima frio é preciso apostar na hidratação, abusando de cremes que garantem a retenção de água necessária para a pele não perder a firmeza e elasticidade. Além de deixar a pele com aparência opaca e sem vida, o ressecamento colabora para a ruptura das fibras elásticas da pele, que dão origem às estrias. Áreas que aumentam de volume durante a gravidez, como barriga, seios, pernas e glúteos, merecem atenção especial devido ao estiramento da pele.

 

Para escolher um bom creme hidratante, é necessário ficar de olho nos rótulos das embalagens, optando por produtos que não tenham ingredientes questionáveis, com alta tolerância alergênica e que sejam seguros para a mãe e o bebê.

 

Hidratantes com ureia acima dos 3%, chumbo e outras substâncias como ácido retinoico, por exemplo, não devem ser usados na gravidez porque podem prejudicar o desenvolvimento do bebê. A recomendação é eleger itens com ingredientes naturais e que potencializam a produção de colágeno e elastina, dando mais sustentação e firmeza para a ele. Substâncias como Cera de Abelha e Manteiga de Karité, por exemplo, hidratam e nutrem a pele profundamente, deixando-a suave.

 

Evitando manchas e flacidez

 

Além de alergias, coceiras e estrias, outro problema muito comum na gravidez são as manchas na pele. Para evitá-las, um bom protetor solar é indispensável – mesmo no inverno e em ambientes fechados. Isso porque, devido a alterações hormonais, as manchas tendem a aparecer com mais facilidade nas futuras mamães, independente do clima frio.

 

Mas antes de eleger um filtro solar, é preciso ter cuidado e optar por protetores solares que bloqueiam os raios UVA e UVB com alto FPS e que sejam livre de ingredientes questionáveis como o benzophenone, que pode causar irritações na pele da gestante. A dica é apostar em itens que sejam seguros para a mamãe e bebê e, de preferência, desenvolvidos a partir de ingredientes ativos de origem natural.

 

Já para evitar que a pele fique flácida após o parto, além de manter hábitos saudáveis e uma alimentação rica em nutrientes, mais uma vez a hidratação reforçada aparece como aliada. Neste caso, beber bastante água também serve como conselho, por promover a hidratação de dentro pra fora. Para esse fim, alguns produtos podem ser utilizados como parte da prevenção. Gel e cremes firmadores que previnem a perda de elasticidade e promovem suavidade e conforto à pele são bem-vindos e podem ser utilizados mesmo depois do nascimento do bebê, desde que sejam compatíveis com a amamentação.

 

 

 

 

Comente este artigo

Partilhar a minha lista de cuidados

LER TAMBÉM: