Entenda porquê beber água na gravidez é essencial

Embora comer por dois não seja recomendado, você pode se hidratar para dois. De fato, você deve!

Água: a única bebida essencial

O corpo humano é 65% água. Então, a água é o principal componente das células do corpo e não há vida sem ela. Ela nutre, fornece sais minerais essenciais e oligoelementos que removem toxinas. E, como é constantemente eliminada do corpo (pela transpiração, fezes, respiração), ela deve ser reabastecida. Principalmente na gravidez devido às mudanças hormonais que estimulam a atividade das glândulas exócrinas (suor).

Para você: A hidratação adequada beneficia todo o seu corpo

Como o sangue é mais fluido, o coração pode bombeá-lo com mais facilidade para os órgãos e músculos para nutri-los e oxigená-los, o que limita consideravelmente o risco de cãibras, tensões e problemas nas veias! Estar bem hidratada também permite que você lute contra infecções urinárias, que nunca são desejáveis durante a gravidez. Além disso, sua pele também precisa de água para contrabalancear a inundação de hormônios que a torna mais delicada e propensa a coceira, aperto, estrias e flacidez.

Para o seu bebê: A sua hidratação tem um impacto no volume de líquido amniótico, que atinge aproximadamente 1 litro no parto

E, quando a quantidade desse líquido é suficiente e de boa qualidade, ele beneficia o desenvolvimento no útero e desempenha o seu papel de modo eficaz, criando uma barreira protetora.

Seja verão ou inverno, não espere até sentir sede para beber

Quando a sensação de sede aparece, o processo de desidratação já começou. 1% de desidratação = 1 litro de água perdida = 10% a menos de desempenho orgânico. Beba regularmente ao longo do dia, tomando pequenos goles, para obter facilmente a quantidade recomendada de água de 1,5 a 2 litros por dia, ou ainda mais se seu médico aconselhar. E faça isso seja verão ou inverno: no frio, também perdemos água por meio da transpiração e da respiração (quando você consegue enxergar sua respiração, o que você está vendo mesmo é água).

No geral e apenas por meio da transpiração, a perda de água é de 500 ml/hora no inverno e 800 ml/hora quando a temperatura atinge 20°C! A desidratação aparece rapidamente. Lembre-se de verificar a cor da sua urina: esse é o critério para verificar quão boa está a sua reserva hídrica.

Água, mas que água? É essencial escolher água de boa qualidade

A água da torneira é bem tratada, mas sua composição varia de uma região para outra. É melhor testar o conteúdo de nitrato antes de ingeri-la. E pergunte a opinião do seu médico. De qualquer forma, sempre deixe a água correr por alguns minutos antes de bebê-la. Ou, por segurança, beba água engarrafada. De preferência, água sem gás (as bolhas podem causar inchaço) e pouco mineralizada, com baixo teor de sódio. Mas se sua dieta não atender adequadamente aos requisitos, seu médico poderá recomendar água com alto teor de cálcio e magnésio. De qualquer forma, certifique-se de que ninguém beba diretamente da sua garrafa e, uma vez aberta, beba a água no mesmo dia para evitar qualquer risco bacteriano.

Não muito gelada

É tentador tomar bebidas bem geladas quando se está com calor. Mas isso é um erro. Quando a temperatura interna do corpo é de 37,5°C, a chegada de água gelada impõe exigências desnecessárias ao corpo, que precisa usar calorias extras para aquecê-lo novamente antes de absorvê-la. Sem levar em conta o fato de que água muito gelada dá uma sensação de reidratação, mas não refresca o suficiente.

Finalmente, também há o risco de dor gastrointestinal. Então qual é a temperatura correta para a água? 18°C. Comer também é beber. A hidratação também vem da comida: frutas e legumes são, em média, 90% água. Como regra geral, 500g de legumes e 300g de fruta por dia é igual a beber meio litro de água. Bebidas lácteas e laticínios compostos de 50 a 80% de água também fornecem uma boa hidratação adicional.

Em resumo, uma dieta corretamente selecionada pode ajudá-la a compensar a falta de hidratação, mas não pode substitui-la em nenhuma circunstância! Se você não gostar de água pura, opte por chás de ervas ou infusões.

Você também vai gostar

Imagem
advice transit mini
GRAVIDEZ

Paz de espírito

Gravidez: uma boa digestão dependerá do que está no seu prato

Imagem
advice fringale mini
GRAVIDEZ

O despertar dos sentidos

5 dicas para controlar os desejos

Imagem
advice nourir mini
GRAVIDEZ

As emoções dos primeiros meses

Coma bem por nove meses: a regra de três