#Saúde e Bem-estar

Como ajudar a sua gestante favorita?

#Saúde e Bem-estar
Como ajudar a sua gestante favorita?
artigo_blog_RedeDeApoio-1048x964px
A chegada de um filho é uma aventura cheia de descobertas, mas também de dúvidas. Mesmo que não seja a primeira gravidez, há sempre uma nova surpresa e uma nova questão aparecendo. Por isso, poder contar com a ajuda de uma rede de apoio nesta fase é fundamental, seja para ajudar nas tarefas de cuidados com o corpo, com a casa, com os preparativos para a chegada do bebê ou até para se distrair e poder conversar. Separamos aqui algumas dicas valiosas para quem conhece alguma gestante e para poder acolhê-la bem ao longo desta jornada. 

1.    Respeite, acolha e apoie as opiniões e escolhas da futura mamãe.

Existem muitas visões e maneiras para lidar com a gravidez e com os cuidados de um bebê, contudo é comum que nesta fase surjam muitos "palpiteiros" e pessoas que, mesmo com boas intenções, acabam atrapalhando mais do que ajudando com suas opiniões. O conselho é perguntar sempre sobre o que a mulher quer e como ela se sente confortável em diferentes temas, desde a relação com a gestação, sobre como anda o trabalho, o plano de parto e até a reorganização da casa, por exemplo, e a partir do ponto de vista dela, busque mais informações sobre como construir com cada tema. 

Também é importante lembrar que, nesta fase, é imprescindível respeitar o corpo e a individualidade da gestante. Nem todas gostam de muitas visitas e de pessoas tocando na barriga o tempo todo. Em caso de dúvida, sempre pergunte como ela se sente sobre estes assuntos. 

2.    Assuma algumas tarefas no lugar dela.

As prioridades da mãe nesta fase mudam e se voltam para os cuidados com o filho que vai chegar, como a reforma da casa para montar o quarto da criança, organizar o plano de parto, comprar o enxoval, consultas médicas, são tantas novas tarefas que afazeres rotineiros ficam "atrasados". 

Por isso, se oferecer para dar aquela "mãozinha" para arrumar a casa ou até para fazer as compras da semana são super bem aceitas e úteis. Se você tiver intimidade com a gestante, pode até assumir a frente de organizar o chá de bebê e o chá revelação, pensando no enxoval, na lista de convidados, na montagem e desmontagem do evento.

3.    Proporcione pequenos momentos de relaxamento e prazer.

É comum que as algumas grávidas fiquem apreensivas e abracem mais tarefas do que conseguem realizar, entrando em exaustão. Também há aquelas que ficam tão focadas em se preparar para a chegada do filho que deixam de se cuidar. Por isso, além de perguntar como ela está se sentindo, observe também com cuidado o seu comportamento, converse com o companheiro para entender sobre como ela vem se sentindo com a evolução da gravidez. Seu carinho e disposição será muito importante e, muitas vezes, vai partir mais da sua iniciativa que de um pedido direto. 

Quando pensar em presentear, não esqueça de também mimar esta mãe. Roupas confortáveis para usar ao longo da gravidez, um day spa para relaxar e cuidar da aparência ou até mandar um delivery com a comida favorita dela são pequenos gestos que ajudam muito a resgatar e manter a autoestima destas mães.