#Pele ressecada ou com tendência atópica

Cuidados com a dermatite atópica

#Pele ressecada ou com tendência atópica
Cuidados com a dermatite atópica
blog-mustela-Cuidados-com-dermatite-atopica-1366x301
A pele frágil e imatura dos bebês sofre com as agressões diárias, mas também com problemas dermatológicos comuns entre os pequenos. A dermatite atópica é um deles, que surge a partir dos três meses de vida e se manifesta por meio de uma secura extrema da pele, vermelhidão, coceiras e desconforto cutâneo.

Com a umidade baixa nesta época do ano, esse ressecamento se intensifica. Isso porque a pele com tendência atópica é deficiente em lipídios que normalmente asseguram a propriedade de vedação da barreira cutânea. Desta forma, a pele fica fragilizada e vulnerável a agentes externos. “A dermatite atópica é uma doença inflamatória crônica, de origem genética e influenciada por fatores ambientais e psicossomáticos. É altamente prevalente na infância, porém, pode também acometer indivíduos adultos”, explica a dermatologista Juliana Nakano.

As mães conseguem identificar a dermatite atópica nos pequenos quando a pele fica muito seca, rugosa e até com escamas. Crostas avermelhadas surgem em períodos de crise, especialmente na bochecha, preguinhas do pescoço, cotovelos e joelhos além das extremidades como mãos, pulsos e tornozelos.  Muitas vezes, estes sintomas físicos são acompanhados de sensações de coceira e irritação que acabam prejudicando o sono e até o bem-estar do bebê. 

 A dermatite atópica não é uma doença transmissível e, suas principais causas, continuam desconhecidas. Mas, especialistas acreditam que este tipo de problema seja uma combinação de pele extremamente seca com mau funcionamento do sistema imunológico. “Estudos atuais apontam que a exposição precoce a maior número de antígenos, como algumas bactérias, convívio com cachorros ou viver no meio rural poderiam modular a resposta imunológica na dermatite atópica, levando a uma diminuição do risco de desenvolver a doença em indivíduos predispostos”, ressalta a dermatologista.  

Para os bebês e crianças que apresentam sinais de dermatite atópica é importante contar com ajuda de um médico para avaliar a necessidade do tratamento com medicamentosAlém disso, dermatologistas recomendam o uso diário de produtos dermocosméticos específicos, que hidratam e aliviam os sintomas. É por isso que a Mustela conta com itens formulados para este tipo de problema, com a linha STELATOPIA®.

Todos os produtos são destinados aos cuidados com alterações cutâneas e com ação tanto nas causas, quanto nos sintomas característicos. São três itens testados sob controle de dermatologistas e pediatras que combatem o ressecamento excessivo, oferecendo hidratação e alívio para a pele atópica: STELATOPIA® Bálsamo Emoliente para ser usados em casos de crise, STELATOPIA® Creme Emoliente recomendado para uso diário e STELATOPIA® Creme Lavante Corpo e Cabelo.