Conheça os métodos para dar à luz em total serenidade

Para que o grande dia seja pleno e sereno, não há nada como se preparar para ele com calma e com o apoio certo. Hoje há muitos métodos que podem ser acompanhados por uma enfermeira obstetra ou por um médico. E, apesar de todos eles visaram acalmar a dor, cada um tem seu próprio benefício particular. Cabe a você determinar a preparação que melhor atenda às suas expectativas e se adapte à sua personalidade.

Preparação convencional para tranquilizar e controlar melhor todas as etapas

A filosofia: Acompanhada por uma enfermeira obstetra, essa preparação pretende desmistificar todas as fases finais da gravidez para assegurar-lhe de sua capacidade natural de dar à luz ao seu bebê.

O protocolo: As oito sessões em grupo ou individuais (com uma enfermeira obstetra independente), nas quais o pai é sempre bem-vindo, começam por volta do 7º mês de gravidez e se dividem em duas categorias.

Uma teórica, para fornecer a maior quantidade de informações sobre o desenvolvimento da gravidez e do parto e sobre os primeiros dias do bebê. Uma prática, na qual você aprenderá a ouvir melhor seu corpo e seus sentimentos e relaxar. Você também descobrirá posturas que proporcionam algum conforto durante o parto e o ajudam a progredir. Você então saberá como usar os diferentes tipos de respiração no momento certo, o que a ajudará durante a dilatação e a expulsão.

Os benefícios específicos: em sessões em grupo, você também poderá compartilhar suas dúvidas com outras futuras mães e, às vezes, visitar a sala de parto, pois essas sessões pré-natais são geralmente realizadas na maternidade onde você dará à luz. Estar em território familiar também é muito reconfortante.

Haptonomia para se comunicar com seu bebê e tornar sua chegada mais bonita

A filosofia: Também conhecida como a “ciência da afetividade”, a haptonomia perinatal é um meio de comunicação intrauterino com o bebê e uma forma de criar um forte senso de segurança para ele e para os futuros pais, pois esse método dá ao pai um papel de liderança. 

O protocolo: As sessões, nas quais vocês sempre participam como um casal com uma enfermeira obstetra ou médico especialista, podem começar assim que você começar a sentir o bebê se mover, por volta do 4º ou 5º mês de gravidez. As sessões são baseadas no amor, na voz e no toque. Você aprenderá a se permitir ser preenchida com o sentimento de ternura que sente por seu bebê para que ele o sinta e responda a você.

Com o pai, você descobrirá como atrair a atenção do bebê e brincar com ele pela pressão das mãos enquanto fala com ele, acalmando-o pela vibração de suas vozes, que ele memorizará rapidamente. Você também aprenderá sobre as ações e posturas que, atuando no tônus muscular e na secreção de endorfina, farão do nascimento um momento de ternura e harmonia.

Os benefícios específicos: No dia do nascimento, você e o pai poderão participar ativamente do nascimento de seu bebê; guiando-o gradualmente para o ar, enquanto o pai a acalma com movimentos específicos, ajudando você a permanecer em contato com o bebê. E, após o parto, você terá tudo o que precisa para continuar esse diálogo reconfortante.

Yoga para relaxar o corpo e a mente 

A filosofia: A Yoga harmoniza o corpo e a mente para que um não bloqueie o outro. Com base em posturas relaxantes e técnicas de respiração, ela ajuda a promover o relaxamento para aliviar as contrações e oxigenar melhor o bebê.

O protocolo: Sessões de yoga pré-natal são oferecidas a partir do 4º mês. Conduzidas por um profissional especializado em dar suporte a mulheres grávidas, as posturas são sempre adaptadas para a sua condição. Você pode tentar esse método mesmo sem nunca ter feito yoga. Você aprenderá a controlar e a relaxar seu diafragma (principal músculo respiratório) usando técnicas de respiração planejadas para acalmar as contrações e facilitar a dilatação e a força. Você também aprenderá sobre posturas úteis para o trabalho de parto.

Os benefícios específicos: Ao iniciar o yoga pré-natal o mais cedo possível, você aprenderá como desenvolver suavemente os músculos do períneo, reduzir e até mesmo evitar náuseas, dores nas costas e ansiedade com diferentes posturas e tipos de respiração. E você se sentirá mais leve nos meses finais da gravidez ao aprender a alongar adequadamente a coluna vertebral.

Sofrologia para se preparar melhor para esse lindo momento

A filosofia: A abordagem fisiológica e psicológica da sofrologia ajuda você a dominar seus medos e controlar seu corpo por meio de respiração e visualização positiva.

O protocolo: As sessões de pré-natal no 3º trimestre sempre começam com uma discussão com o sofrólogo para identificar melhor os medos e as alavancas positivas de cada futura mãe. Em cada sessão, em um estado semidesperto e guiado pela voz do sofrólogo, você gradualmente aprenderá a relaxar melhor pela respiração abdominal até que, pouco a pouco, ela se torne natural. Você também descobrirá o melhor tipo de respiração para ajudá-la no parto. E você aprenderá como usar visualizações positivas para lidar com o parto em completa calma. Cada estágio, portanto, será antecipado positivamente para que, no dia, você possa se concentrar nesses sentimentos para dissipar o medo e a dor.

Os benefícios específicos: Como a técnica é extremamente pessoal, seus efeitos são ainda mais significativos. Pessoas ansiosas encontrarão os meios para aliviar as pequenas preocupações que estão sempre ligadas às primeiras semanas de vida do bebê.

O método Bonapace promovendo o que é natural e a participação do pai

A filosofia: Originado em Quebec, esse método (pronunciado “Bonapatche”) visa limitar a intervenção médica, desenvolvendo o controle completo da dor com diferentes formas de massagem e controle da respiração, bem como a visualização. A presença de um acompanhante é essencial, pois a aplicação da técnica depende principalmente dele.

O protocolo: Sessões a partir do 6º mês de gravidez por enfermeiras obstetras ou médicos treinados na técnica revelam os mecanismos da dor para melhor compreendê-los. Em seguida, são ensinados dois tipos de massagem. A pressão com as pontas dos dedos nos pontos de acupuntura a alguma distância do útero é usada para acalmar as contrações e encorajar o corpo a secretar mais endorfinas contra a dor. Entre cada contração, massagens na região lombar induzem relaxamento essencial. Aprender a ativar a visualização positiva do parto, assim como as técnicas de respiração, completam o método.

Os benefícios específicos: O método também é útil antes de uma peridural. E a presença ativa de um amigo íntimo ou parente dá ao nascimento uma dimensão extremamente humana.

Canto pré-natal para acalmá-la com felicidade e embalar seu bebê

A filosofia: Você não precisa estar afinada, não é isso o que conta! A originalidade desse método reside simplesmente no fato de que ele aproveita as vibrações da voz para embalar o bebê no útero e acalmar os diferentes estágios do nascimento.

O protocolo: As sessões são conduzidas por enfermeiras obstetras especializadas e podem começar a partir do 3º mês de gravidez. Seu desenvolvimento depende de cada provedor. Acima de tudo, é uma questão de usar sons que tenham um efeito analgésico nas contrações (vocalizações de baixa frequência) e melhor controle da respiração (que é essencial para segurar uma nota, até mesmo uma errada) para melhor apoiar o nascimento.

Os benefícios específicos: o parto fica ainda mais alegre. E a pessoa presente na sala de parto com você também pode acalmá-la ao cantar (se tiver feito o curso).

Preparação na piscina cerque-se de uma bolha de bem-estar

A filosofia: Esse é o caso de aproveitar ao máximo o efeito da ausência de peso proporcionada pela água (que relaxa e facilita o movimento) e a necessidade de adaptar o modo de respiração para esse elemento (que ajuda a controlar sua respiração e, portanto, o estresse e a aliviar a dor).

O protocolo: As sessões podem começar por volta do 5º mês de gravidez, sempre com o consentimento de um médico, pois às vezes elas podem ser contraindicadas. Sentindo-se relaxada e sem peso, você praticará diferentes exercícios para abrir a pélvis e aliviar as dores nas costas e nos ligamentos. Você também passará por um treinamento para prender a respiração, aprendendo a controlá-la, o que é muito útil na abertura do colo do útero e expulsão.

Os benefícios específicos: O método é ideal e até altamente recomendado para futuras mães que desejam dar à luz na água. Mas, em todos os casos, ao tonificar suavemente os músculos da parede abdominal, também ajuda a reduzir o tempo gasto para fazer força.

Você também vai gostar

Imagem
advice accouchement papa mini
GRAVIDEZ

A preparação para o parto

Parto: o que o pai precisa saber

Imagem
advice allaiter mini
PÓS-PARTO

Amamentação

Dicas para amamentar com tranquilidade

Imagem
advice accompagner mini
GRAVIDEZ

A preparação para o parto

Quem devo escolher para me acompanhar no nascimento do bebê?