Preparar o irmão mais velho para a chegada do bebê!

Relação

Relação

Conselhos de Especialistas

PREPARAR O IRMÃO MAIS VELHO PARA A CHEGADA DE UM BEBê!

 

Ser mãe mais uma vez levanta sempre algumas dúvidas. Sim, a família terá que encontrar um novo equilíbrio, de forma a integrar o novo bebê e orientar o(s) irmão(s) mais velho(s) para o papel de irmão ou irmã mais velho(a)! Não, este processo nem sempre acontece automaticamente. Mas com a ajuda do seu instinto maternal e algumas dicas, vai ser capaz de facilmente estabelecer uma base sólida para uma grande família.

PRIMEIRO PASSO: NÃO SE PREOCUPE COM A SUA CAPACIDADE DE AMAR OS DOIS DA MESMA MANEIRA!

A primeira gravidez é sempre uma experiência um pouco diferente das seguintes. Na primeira gravidez, vive-se o processo de descoberta intensamente, prestando muita atenção ao desenvolvimento do bebê e às alterações que o corpo vai sofrendo, seguindo à risca a programação das aulas de preparação para o parto.

Na segunda gravidez, todo o processo é levado de uma forma mais leve, menos séria. É claro que cada gravidez é diferente mas, no geral, uma mãe de segunda viagem já sabe o que vai acontecer. Isto não significa que não esteja interessada, mas sim que vai se sentir mais calma do que na primeira gravidez. No entanto, algumas mulheres podem ver isto como um motivo de preocupação quanto à sua capacidade de amar o seu segundo filho tanto quanto ama o primeiro. Este sentimento é completamente normal. Mas é melhor acabar com estas dúvidas desde o início: todas as mães amam todos os seus filhos incondicionalmente... mas de maneiras diferentes! Quanto mais rápido a nova organização familiar estiver formada, quanto mais rapidamente conseguir esquecer o medo de proteger mais um filho do que outro, mais facilmente o irmão mais velho irá se sentir-se confortável com o seu novo papel.

NÃO ESPERE MUITO TEMPO...SIMPLESMENTE DIGA-LHE!

Geralmente, os pais são aconselhados a esperar até o fim do primeiro trimestre para calmamente falar sobre a nova gravidez com o irmão mais velho e sobre o futuro irmãozinho ou irmãzinha. As crianças, no geral, são sempre muito intuitivas e sensíveis às mudanças e ao mundo que as rodeia. 

Observar a mãe um pouco enjoada ou cansada pode deixar o seu filho mais velho preocupado. Neste caso, veja se é melhor anunciar a nova gravidez um pouco mais cedo. Além disso, se esconder a gravidez do seu filho mais velho durante muito tempo, ele pode ouvir uma conversa ou vai ver um gesto que denunciará a situação e pode se sentir isolado e fora da felicidade dos seus pais. 

Como deve anunciar esta nova fase tão feliz? Da forma mais simples possível! Sem rodeios, com a seriedade necessária, mas tenha especial atenção para não assustar o seu filho. Basta dizer que está feliz por lhe dar um irmãozinho ou irmãzinha, alguém com quem vai puder brincar. Não se esqueça de reforçar que ele vai ter que esperar ainda alguns meses! Uma vez que, para uma criança, um período que envolva alguns meses é algo longo e abstrato, tente relacionar o mês do nascimento do bebê com algo que ele consiga identificar. "depois do teu aniversário", ou "do aniversário da mamãe ou do papai", ou "quando for verão", são alguns exemplos.

NÃO ANTECIPE AS SUAS REAÇÕES, MAS TRANQUILIZE-O!

Toda pessoa reage de uma forma diferente ao anúncio de uma gravidez, independentemente do quão feliz esteja. Isto acontece tanto com as crianças como com os mais velhos!

É possível que o futuro irmão mais velho leve a notícia com indiferença: se isso acontecer, é melhor deixá-lo digerir durante o tempo que for preciso, sem incomodá-lo com perguntas. Mais tarde ou mais cedo ele vai expressar os seus sentimentos. Por outro lado, quando ele responde imediatamente com alegria, com um pouco de raiva ou preocupação: ouça-o com atenção e assegure-lhe que os pais o amam incondicionalmente e que será sempre assim. 

 

 

AJUDE-O A ESTAR CONSCIENTE DA SUA GRAVIDEZ

A ideia de um bebê estar crescendo dentro da sua barriga é um conceito difícil para uma criança compreender. Para tranquilizá-lo é preciso desmistificar o que está acontecendo. Existem inúmeros livros infantis que explicam a história da gravidez e podem sempre personalizar cada uma destas histórias!

Mostre o álbum de fotografias onde existam fotos da sua primeira gravidez, da sua barriga crescendo ao longo dos meses e dos primeiros dias de vida dele até chegar as fotos mais recentes. Esta abordagem certamente irá chamar-lhe a atenção. Pode também deixá-lo sentir o bebê mexendo na sua barriga, o que ajudará o seu filho mais velho a estar mais envolvido e mais preparado para o seu novo papel. Deverá também envolvê-lo nos preparativos para o nascimento do irmão, permitir que ele escolha uma peça de roupa, a cor do quarto, ajudar na escolha do nome, etc. 

Mas certifique-se de que não exagera: prepará-lo para o nascimento do bebê não significa perturbá-lo com o assunto. Estar disponível para responder às suas questões é sempre a melhor ideia do que levantar dúvidas ou dar respostas que ele não pediu. Mais uma vez, ao longo desta longa fase, lembre-se de tranquilizar o seu filho mais velho de quanto a mamãe e o papai gostam dele! 

 

PROCURE NOVAS ATIVIDADES EM FAMÍLIA

Quanto mais a gravidez avança, maior será o cansaço. Aos poucos, torna-se cada vez mais difícil fazer brincadeiras ou pegar o seu filho no colo. Claro que o pai também estará lá para assumir as atividades mais difíceis, fortalecendo a relação entre pai e filho enquanto a mãe gasta as suas energias de forma diferente.

A mãe precisa cuidar dela mesma e ao mesmo tempo tenta fortalecer os laços com o seu filho mais velho. Este é o momento do seu filho se tornar mais independente (arrumar os seus brinquedos sozinho, por exemplo). É uma excelente fase para descobrirem atividades/brincadeiras mais calmas para fazerem em conjunto.

Seu filho mais velho será tranqüilizado sobre o amor de seus pais, o que por sua vez vai torná-lo mais capaz de encarar o seu futuro papel como um irmão mais velho, classificando os brinquedos que ele quer dar ao bebê, participando da reorganização do quarto, etc

 

 

QUANDO Voltar PARA CASA SEJA FIRME, MAS ATENCIOSA!

Assim como aconteceu com o seu primeiro filho, ter um novo bebê em casa significa o começo de uma nova vida para os pais. É possível que os primeiros dias em que os seus filhos estejam juntos não sejam como idealizava. Lembre-se de que pode demorar algum tempo até ver gestos de proximidade e que não deve forçar a relação entre o seu filho mais velho e o novo bebê. 

Evitar criticar o seu filho mais velho ou dar-lhe muitas ordens. Em vez disso, é importante que incentive a aproximação entre os dois e que o tranquilize constantemente de que o papai e a mamãe continuam a gostar dele da mesma maneira. Quanto mais conseguir manter a sua rotina diária (refeições, banhos, jogos com a mãe e com o pai) e quanto mais tempo tentar passar só com o seu filho mais velho «como anteriormente», mais ele se sentirá confortável e eventualmente mais disposto a ver a presença do irmãozinho como algo emocionante! No entanto, é fundamental que seja muito firme quando se trata de violência física ou verbal contra o recém-nascido. O seu filho mais velho vai perceber desde o início quais são os limites. 

Não tenha medo de lembrar que o seu irmãozinho é um bebê frágil, como ele já foi uma vez. E lembre-se sempre de dizer as visitas não só como o bebê está se desenvolvendo, mas também como tem sido a relação com o seu filho mais velho. Contar atitudes boas do seu filho mais velho, elogiá-lo pode ajudá-lo a ficar mais calmo, consciente e confiante com o seu novo papel como irmão mais velho. 

 

Conteúdo relacionado:

Depoimentos de mães:

Partilhar a minha lista de cuidados