Quem devo escolher para me acompanhar no nascimento do bebê?

O nascimento é um momento único, precioso e íntimo, que a mulher quer experimentar à sua maneira. Quem irá com você até a maternidade e quem estará ao seu lado no momento do nascimento? Não existem regras, mas há muitas opções a serem consideradas com calma, sendo você a prioridade!

Em primeiro lugar, você deve se sentir à vontade e segura

Desde as primeiras contrações mais frequentes até a chegada do bebê, você estará em uma enorme agitação emocional. Sentir-se confortável psicologicamente será a melhor coisa para você nessa hora. Para lhe dar o melhor apoio, tranquilizá-la e fazê-la rir e sorrir, a pessoa ao seu lado deve, acima de tudo, ser alguém em quem você confia. Alguém com quem você não sentirá nenhuma restrição ou constrangimento em se soltar. Alguém com quem você se sente em perfeita harmonia para compartilhar momentos tão íntimos como esses.

Sozinha ou acompanhada, é você quem decide!

Planejado ou não, o dia do nascimento é sempre cheio de emoções intensas, misturadas com imensa alegria, impaciência e, naturalmente, um pouquinho de medo. Claro, você terá lidado de forma pragmática com os aspectos práticos (você irá sozinha para a maternidade, acompanhada pelo papai, uma amiga, um parente etc.), mas quanto ao resto, é um dia em que o seu eu interior deve ter prioridade. Assim, quanto à presença de alguém próximo ao seu lado na sala de parto, ceder a imposições ou pressões está fora de questão. Você quem deve decidir.

Você é totalmente livre para decidir ficar acompanhada apenas pela equipe médica ou vivenciar esse momento com uma ou mais pessoas de sua escolha. Mas verifique a política de sua maternidade sobre isso, pois algumas permitem que você seja acompanhada por uma só pessoa. E não se preocupe com o que disse antes; não há nada que a impeça de mudar de ideia de última hora sobre quem deve estar ao seu lado!
 

Uma amiga ou parente

Na ausência do futuro pai ou para apoiá-lo, você pode pedir à sua melhor amiga ou a um parente em quem você confie que assuma um papel claramente definido para que ele se sinta útil em vez de deslocado. E, assim como ninguém deve aceitar esse papel com relutância, você também não deve ceder às sugestões de alguém (sogra, mãe etc.) que você acha que não será capaz de dar o apoio adequado.

Além disso, é seu direito ter a assistência de uma doula. Treinada para auxiliar os futuros pais durante a gravidez, seu papel também consiste em estar presente durante o parto para fornecer apoio psicológico e físico à futura mãe, substituindo o pai ou outra amiga ou parente para que eles tenham espaço para respirar ou para criar uma ligação entre a sala de parto e o corredor.

Discuta isso com o futuro pai

Para muitas futuras mães, é evidente que o parceiro estará com elas na sala de parto. E muitos futuros pais querem participar do acontecimento e do momento mágico do primeiro choro do bebê. Essa proximidade do casal no momento em que dois se tornam três é bastante comovente. No entanto, embora esse cenário tenha quase se tornado a norma, deve ser uma escolha livre para ambos. Não hesite em falar sobre isso sinceramente. Talvez você secretamente queira fazer desse momento um mistério, pois é um símbolo do seu amor, mas, ainda assim, é um procedimento clínico.

Por outro lado, o futuro pai pode se sentir desconfortável com o ambiente hospitalar e desconfortável com a ideia de se sentir mais como um espectador e incapaz de desempenhar um papel significativo em um momento tão intenso. Mesmo que vocês tenham participado juntos de aulas pré-natais como casal, é sempre melhor falar sobre o Dia D com calma e com bastante antecedência. Se nenhum de vocês tiver qualquer dúvida sobre o seu desejo mais íntimo de experimentar o nascimento, esse momento fortalecerá o vínculo entre vocês. E se vocês se sentirem confusos ou reticentes, falem sobre isso abertamente e encontrem a melhor abordagem juntos, o que só fortalecerá seu amor um pelo outro. Não se esqueça que o futuro pai também pode estar presente ali do lado, no corredor, e ele pode entrar na sala de parto de vez em quando para compartilhar o melhor da emoção juntos.

Você também vai gostar

Imagem
advice accouchement papa mini
GRAVIDEZ

A preparação para o parto

Parto: o que o pai precisa saber

Imagem
amamentacao
PÓS-PARTO

Amamentação

Amamentação: saiba os mitos e verdades

Imagem
advice allaiter mini
PÓS-PARTO

Amamentação

Dicas para amamentar com tranquilidade