Preservação do meio ambiente: crianças aprendem brincando a cuidar da naturezaOutubro 2018

Nunca é cedo demais para ensinar bons valores aos filhos: por meio de brincadeiras divertidas, os pais conseguem levar ao universo infantil a importância de preservar a natureza, incentivando os pequenos a protegerem os animais e as florestas.

 
A tarefa pode parecer difícil, mas as crianças conseguem aprender rápido. Especialmente se esses conceitos estiverem inseridos em atividades agradáveis, como um passeio pelo parque, uma visita ao zoológico ou uma tarde na praia.
 
Dentro de casa, desenhos para colorir e jogos educativos incentivam os filhos a cuidar do planeta. Assim como brinquedos em forma de espécies da fauna e flora, que podem ser usados na hora do banho ou das refeições, ajudando a conscientizar as crianças a preservar os recursos naturais. Se você ainda não conhece os embaixadores da natureza da Mustela – O elefante Dante, a baleia Leia e a ovelha Ofélia – confira mais detalhes aqui e no vídeo da campanha.
 

 
Proteção da biodiversidade
Biodiversidade parece um tema complicado, mas não é se os pais levarem em conta que este conceito engloba tudo o que faz parte do meio ambiente, das plantas aos animais e até os microorganismos. Uma maneira simples de explicar às crianças o que é a biodiversidade e sua importância para as pessoas é desfrutar de um passeio junto à natureza.
 
A pé ou de bicicleta, vale mostrar algumas plantas e ensinar os pequenos a terem cuidado para não arrancá-las, já que elas podem ser espécies protegidas. Cerca de 100 espécies desaparecem do planeta todo dia devido às atividades humanas. Já pensou, também, em plantar uma árvore ou cultivar plantinhas para explicar aos filhos de maneira divertida de onde vem o oxigênio e a importância de preservar as florestas para cuidar do ar que respiramos?
 
Não desperdiçar alimentos
Atualmente, mais de 2,3 bilhões de toneladas de alimentos são desperdiçados ou perdidos todos os anos. Por isso, é importante passar às crianças mensagens de consumo ecologicamente sustentáveis.
 
Outra dica é explicar para os filhos de forma simples como a natureza tem impacto direto nas refeições, escolhendo frutas e legumes de época para compor um cardápio nutritivo. Dessa forma, são respeitados os ciclos dos ecossistemas.
 
Ensinar os filhos a identificar as datas de validade dos alimentos e a colocar no prato a quantidade certa de comida, para não haver sobras, são algumas maneiras de transmitir esses valores. Outros gestos como reaproveitar frutas muito maduras para fazer geleias ou compotas também revelam às crianças que, na natureza, tudo pode se transformar.
 
Economia de energia e água
Não é um bicho de sete cabeças mostrar para os filhos que atitudes básicas podem ajudar a preservar o planeta. Hoje em dia, cerca de 80% da energia do mundo é produzida a partir de combustíveis fósseis, como o petróleo por exemplo, que não são renováveis. Por isso, ao sair de casa é importante lembrar de apagar as luzes e desligar os aparelhos eletrônicos.
 
Da mesma forma, o consumo de água: quando estiver dando banho ou escovando os dentes do pequeno, mostre o quanto é importante não desperdiçar, fechando a torneia enquanto lava os cabelos e o corpo ou escova os dentes. Um pequeno gesto que pode economizar litros e litros de água!
 
Gestão de resíduos
Lixo deve ser jogado no lixo. E, quando possível, o que não for mais usado pode ser reciclado, criando peças de decoração e até brinquedos. Ao ensinar os pequenos a consumirem melhor e de forma mais responsável, é possível prolongar a vida dos produtos e diminuir o desperdício.
 
Para se ter uma ideia, a cada segundo, os seres humanos geram 126 toneladas de lixo no planeta! Mudar esse quadro também depende da conscientização das crianças: já pensou em colocar caixas coloridas e ensina-las a separar o lixo? Ou brincar de transformar garrafas pet, embalagens de leite e latas de alumínio em brinquedos superdivertidos?
Comente este artigo

Partilhar a minha lista de cuidados